12 March 2007

ANTÍTESE


Para mim, até hoje
A antítese da pedra
Ainda é o passarinho
A pedra é o desejo do vôo,
Porém, sem asas.

1 comment:

Zazá said...

Que bonitino este poema.
Gostosinho de ler.