13 December 2008

INVENÇÃO


Vamos inventar que eu tenha um amor
- um amor bom e gentil,
um amor dos tempos inimagináveis -
E vamos imaginar que esse amor também me ame
- aquele amor bom e gentil
dos tempos ainda mais imagináveis -
Vamos acreditar que esse amor já nasceu e crescerá
no calendário grego, aramaico e romano
e que não terá tempo de morrer
pois imorredouro está
Vamos inventar que eu seja a coroada da primavera
e que meu amor me tirará para dançar
Dançaremos par a par
e de braços dados nos retiraremos
para o que acreditarei ser imperecível
Vamos inventar que eu nunca mais me minta
e que somente aos poucos
foi que me enganei
Vamos nos satisfazer com os jogos de infância
vamos nos acreditar pueris e fastidiosos
reduzidos e religiosos
a acreditar na transcedência do que vivêramos
E vamos nos inventar de modo que sobrevivamos
e que sejamos apenas de quem já nos pertence.


6 comments:

ZAZÁ LEE said...

cECI

NEM SEMPRE O QUE PUBLICO REFLETE MINHA OPINIÃO.
MEU OBJETIVO É fazer reflexões ....

runescape power leveling said...

Very good!

123小游戏 said...

Can not think of a different culture, for some things, will also share the same view!

淮安棋牌游戏中心 said...

You these things, I have read twice, for me, this is a relatively rare phenomenon!
Personalized Signature:常州麻将,常州三打一,常州攻主,常州斗地主,常州4人升级

materials said...

chloe purse
chloe paddington handbag
chloe uk
dior
christian dior

qianghan63 said...

muse25800