23 June 2009

NÓS, OS ANSIOSOS


Nós, ansiosos

não esperamos que

amanhã de manhã amanheça.

No dia de hoje, com sol a pino,

escurecemos e puxamos a noite

à força da nossa vontade,

e fazemos um artifície da aurora

às custas de nossa ansiedade.

O dia de hoje que vivemos

já pertence ao passado

e estamos na amplitude do vindouro que criamos,

tão seco e plástico,

como a nossa própria verdade.


1 comment:

ZAZÁ LEE said...

Cecília

Obrigada pelas palavras tão bonitas.
Que Deus te proteja e seja Muitooooo feliz .
Tchau minha poeta preferida!