01 August 2011

A BOA SOLIDÃO




De que adianta a boa solidão da única flor na haste
se há pássaros, se há abelhas, se há vento?
Que dúvida é a minha boa solidão,
e que seres invasores me acercam!

5 comments:

Sotnas said...

Olá Cecília, que tudo permaneça bem contigo!

Em certos momentos penso que a solidão é uma maneira de ser, em outras talvez seja o momento como sentimos. Ou, talvez seja somente mera ilusão, de nosso pensar confuso em certas ocasiões. Me fez pensar isto ao ler este teu escrito, acompanhado por esta bela imagem!
Belo texto que faz pensar, quão seja duvidosa nossa boas solidão!

Continuo a me encantar sempre que me acomodo a sombra de teu Pé de Pitanga e leio teus belos escritos!
Agradecido sempre por tuas visitas e comentários sempre tão gentis, desejo a você e todos ao redor intenso viver feliz, abraços e até mais!

Poemas do Jorge Jacinto said...

Muito expressivo! Parabéns! Abraços,Jorge Jacinto.

zazá lee said...

Gosto das palavras do Sotnas.
Ele é muito gentil.
E eu adorei este poema.
Saudades, querida...

Um brasileiro said...

Oi moça. tudo blz? estive por aqui dando uma olhada. muito legal e bonito. uma flor,como vc disse, nunca está só. ela pode apenas se sentir só. a gente só está só quando estamos fechados dentro de nós proptios. A vida é sempre aberta e bela. apareça por la. abraços.

Malu said...

Amiga,
Hoje estou passando apenas para lhe fazer um convite.
Estou falando do www.superlinks.blog.br que é um site agregador que vale a pena visitar, pois é mais um espaço no qual você poderá publicar seus links de matérias, pois é um site sério e com critérios bem positivos.
Espero que goste da dica.
Um grande abraço