07 January 2007

AMIGOS, QUE TAL ESSE TITULO QUE ACABEI DE IMAGINAR?


A CABEÇA É PERNA DOIDA
Poemas De uma Mulher Perplexa
Maria Cecília Figueiredo
Pé de Pitanga - Inferno - Dividir - Xícara de Chá - Café Preto - Azul - Futuro Próximo - Epitáfio - Vodu - Trem, Água e Goiaba - A Jaca - Alma Serena - Dia Bom - Libertação - Quem me Acompanha - O Burro - Inoperante - Eu, Passarinho - Mais Ótimo - As Fitas - Vida Chata - Sofrimento do Poeta - Eu Gosto - Ceci - A Boca Fala do Que o Coração Está Cheio - Doce - Oh, Lord - Metida e Faldeira - Prender um Bem - O Acendedor de Postes - Alçapão - Dor e Rosas - A Borboleta

5 comments:

Ana said...

Gostei muito de visitar o teu blog.Parabéns:)

Zazá said...

Gostei. Depois por e-mail conto para você o que descobri por aí.
Zazá

Zazá said...

Oi! LEITORES
As pessoas que leêm o Pé de Pitanga podem e precisam se manifestar sobre o conteúdo em questão e relatar sua opinião muitíssimo interior. Ou seja, de que forma a poesia mexeu com sua essência.
Se gostamos de ler, é bom dar um feedback para a autora.
Vamos expor a cara gente!
Chega de passividade!

Maria Cecilia Figueiredo said...


Nem sei como lhe agradecer por sua iniciativa.
Agora, a pergunta, será que as pessoas lêem de fato o Pé de Pitanga?
Beijos

Anonymous said...

Nós por aqui sim.
Vickie e cia ltda.