29 September 2007

CONFIRMAÇÃO DO ADEUS


Nem soube contar quantas despedidas lhe fiz
Cada despedida era diferente, entretanto
Um dia eu falava "adeus" e chorava o Mar Morto,
Mais sal que água
Noutro dia eu pronunciava "até nunca mais" e o choro
Partida de futebol,
Começava com a esperança das turbas dentro de mim,
Terminava em noite solitária, eu e o rádio...
Quando lhe digo "adeus", sei que digo adeus a mim mesma
Aos meus compromissos mais geminados
Aos meus futuros de instáveis cartas de baralho, empilhadas
Se lhe digo "adeus" agora
Se lhe digo "até outro dia"
Se lhe digo" parta-se de mim"
Foi porque me disse
"Parti-me de mim"
Parti-me em dois pedaços
O adeus que eu disse está aqui
O adeus que eu direi ainda está à frente da estrada
Sozinha, estou eu, portanto,
O adeus é só a confirmação do fato.


1 comment:

ZAZÁ LEE said...

ANDEI MEIO SUMIDA E ENCONTREI MUITAS PÉROLAS AQUI.

VC FEZ ESTA NOITE MAIS BONITA PARA MIM.

OBRIGADA CECI.