07 December 2007

PARABÉNS, TRISTEZA


Quando, um dia
Meus poemas forem publicados
E houver uma festa de apresentação
Todas as pessoas me parabenizarão
E eu olharei em volta,
Entre aturdida e envergonhada
Por me darem congratulações
Por só ter escrito sobre a tristeza,
O desânimo,
A desesperança;
E as pessoas acreditarem que foi pura arte
Ter escrito avidamente sobre uma vida manca
Por ter perdido tudo,
Dos bons sentimentos à razão.


1 comment:

ZAZÁ LEE said...

Cecília....
Como eu fui deixar de ver este poema Maravilhoso!
Eu devia estar muito desconectada!