16 December 2007

POEMINHA DE DOMINGO A TARDE


Uma tarde modorrenta como essa
Um vento que bateu e já entrou no buraco de uma porta
Um sentimento de quem jogou na loteria e está para ver o resultado
Um pequeno presente da vida para mim
O sossego que eu queria e que agora,
Recebo, cheia de alma boa...
A felicidade é coisa mínima
Basta um sorriso benévolo,
Uma mão leve que aperte
E esse calor que sabe que vai ter chuva que refresque.



1 comment:

ZAZÁ LEE said...

Chuva prá lavar sua alma querida.....
Você está precisando tomar uma boa chuva e lavar a alma