02 February 2008

CRISTAL DE MINAS


Um dia como esse,
em que o cristal de Minas foi transportado para cá
temo por minhas antigas luzes
O que um dia me foi a íris do olho amarelado
Fez contraponto de mim
Tudo o que fôra simples
passou a ter um significado
Sei hoje que todas as minhas lutas
as grandes,
aquelas que venci
e as outras que necessitei que me vencessem
foram ridiculamente encenadas
O cristal de Minas
suas luzes amareladas
algumas vezes, as violetas azuladas
me mostraram a entrada da simplicidade
O dia de hoje foi assim
água, cristal de Minas,
e saudade.


3 comments:

Anonymous said...

Na vida vencemos e somos vencidos em nossas lutas,grandes ou pequenas,mas nunca devemos perder a simplicidade e que o cristal de Minas deixe de mostrar suas cores.

linda

Andresa said...

Tuas palavras me lembraram as de
Guimarães Rosa: "VIVER E RASGAR-SE E REMENDAR-SE"
Como sempre bela reflexão.

ZAZÁ LEE said...

Gostei dos comentários!

Farei os meus com mais tempoe reflexão.

Bjs.