21 April 2008

ABERTAS ESTÃO AS VIDRAÇAS


Podes compreender o que é bater o coração como à um bife?
Se destroçado está meu coração
abertas estão as vidraças
Julgue-te por ti mesmo e nem tenha esperança de resgate
Hoje pude me olhar como há muito eu não me conhecia
(onde eu andava que não eu me sabia?)
Vi minha boca que desenha a crítica
mas vi a beleza em minha boca que eu não via
Meus olhos, apesar de que, não estão menos claros
ao contrário, conservam a cintilação da meninice
e meu corpo ainda carrega alguma graça
Valei-me Deus, que tenho amanhã para fiar
Se podes compreender uma mulher
se podes ingressar numa mulher
Surta-te, espirra-te, amoleça-te
O vai e vém das paixões,
do ponto de vista da mulher,

concordante com as intempéries da ocorrência,
reflete, recompõe-se e se arrisca

e diferentemente, se atavia.


1 comment:

Clarissa said...

Credo tem foto de todo mundo menos da minha pessoa!!!
Snif