06 April 2008

POEMA NR. 1 DA TRISTEZA DE HOJE


Amar alguém que está longe de nós
é como amar uma obra de arte de um século passado
Sabemos que ela está ali,
embora o autor já não mais esteja
Podemos possuí-la, tocá-la, vê-la, fotografá-la
Mas nunca será verdadeiramente nossa;
é somente a lembrança de quem
passou por aqui e nunca nos conheceu.


3 comments:

Zololkis said...

SECURITY CENTER: See Please Here

Anonymous said...

Pé de Pitanga

Eu estou aqui tão longe e tão perto de você.Não sou uma obra de arte,mas meu pai caprichou.Rsss

beijos

Zazá Lee said...

Eu entendi.Mas compreendi que não sei. Nada.