07 April 2008

POEMA DE DIZER SIM


Eu era um bicho geográfico
Subia pernas e descia as lombares
em busca de destino
Me denunciaram,
graças a Deus!
Hoje não percorro nada
nem preciso caminhar quilômetros
de bandeira dois
Sinto-me livre
e sinto-me sã
Bombásticas e traiçoeiras são as palavras
nâo para mim, que as falo
mas para quem me crê
e para quem me ouve
Quando eu disse sim,
Eu disse não.

1 comment:

Zazá Lee said...

Uai!
Levei um susto....
Pensei que tivesse errado de blog, nem li o que escreveu.....