25 July 2008

NÃO É PARA SEMPRE


O duro de se ser feliz
é que enquanto estamos sendo
absurdamente radiantes,
e nosso sorriso estampa a permanência dos bons sentidos,
raramente temos a noção
do estado esplendoroso em que nos encontramos
Só depois, no apito da curva,
é que nos sabemos pobres...
pobres de Deus e pobres da nossa frágil natureza
naquela embasbacação de criança que perdeu a brincadeira
Quem nos enganou?
Fomos nós mesmos.

1 comment:

ZAZÁ LEE said...

Frase de pura realidade.
Só se desilude, quem se ilude !