23 October 2008

POEMA DA LIBERTAÇÃO


Eu sou aquela que ainda conserva alguma paz
e um pequeno sentimento
pelo desconhecido, pelo novo...
Vi a flor,
reconheci a flor
e decorei a flor
Vi a dor,
reconheci a dor
e apaguei a dor.


4 comments:

ZAZÁ LEE said...

Agora tá tudo clarinho?

el. said...

Pé de Pitanga
Que vivência?viu a flor,a dor e conseguiu decorar a flor e apagar a dor e mantém a paz.
Lindas palavras que encantam o seu blog e quem tem a felicidade de ler.
beijos
el.

eder ribeiro said...

A vida nos dá a oportunidade de nos refazermos, reflorescendo. bjos.

Andresa said...

Apagar a dor.Dificil, porem necessario.
bjo, querida