05 January 2009

POEMA DA SUSTENTAÇÃO


Ensina-me a ser módica e pouca
que alcançarei a supremacia do seu ser
que é genuíno e virtuoso.
Assim, quando eu falar,
impeça que eu peque muito
e cale-me essas minhas vaidades
com as suas muitas verdades asseadas.
Faça-me grande pois,
impedindo-me de ser vasta.


2 comments:

Anonymous said...

Lindo!!! Profundo e ao mesmo tempo, sereno!

ZAZÁ LEE said...

Saudades. Bom ter vc de volta!