01 January 2009

POEMA DE ANO NOVO


Tenho poucos anos e me sinto velha
Meus poucos anos pesaram-me na face
e nunca me amoleceram na atitude
Ontem a noite vi uma gordota
ridiculamente idosa e ridiculamente alegre
que se rebolava e se ria enquanto andava
Invejei-lhe a disposicão da vida
e invejei-lhe assim, a ignorância da vida
Meus poucos anos nao permitem mais que eu
sorria, cante, beba, me engrace...
Tenho poucos anos, mas é como se tivera mais de mil,
Tenho poucos sonhos, mas é como se o único que eu tivera
houvesse irremediavelmente me escapado
e agora, está lançado,
como esta pedra sobre a grama que vejo aqui do meu beiral
placidamente eterna, amorfa,
também sem sonhos, ignorada.

6 comments:

runescape gold said...

how can you write a so cool blog,i am watting your new post in the future!

宿迁掼蛋网宿迁擦枪 棋牌游戏中心 said...

It seems the culture of different countries, decided everyone in the same things on different views, however, write a good article!

重庆游戏中心 said...

A friend told me this place I have been looking for, I come, it turned out, I have not disappointed, good Blog

ZAZÁ LEE said...

Quantos comentários!

maicher said...

vuitton handbags
louis vuitton
hermes
hermes kelly bag
hermes bags

card413 said...

longing25800