01 February 2010

VIDA DE ESPINAFRE


Há largueza em meu caminho;
nem sempre as curvas são curvas
(são é ilusão de ótica,
como os oásis fincados no deserto)
e as vezes são traçados de uma mão infantil
trêmula e inexperiente.

A largueza é o bicho que me come
e o traçado é a ladeira,
(íngreme que nem papel de parede).
Quanto mais vivo, mais sofro.

Isto seria anormal,
não fosse a vida banal de todos nós;
janta, dorme, acorda e almoça.
Vida de rei é vida de espinafre.

1 comment:

tagskie said...

hi.. just dropping by here... have a nice day! http://kantahanan.blogspot.com/