20 January 2011

CANÇÃO PARA A MINHA MENINA

Hoje ela se enfeitou de um rosa cravo
e nas orelhas, duas estrelas cintilantes faiscavam neon...
Ainda ontem era aquela que eu  levava,
e hoje, inventou-se de um amor
mais sublime que o amor de peito e ventre.
Ontem era só minha menina
e hoje é a ponta desta lança
de que já fui um dia.

1 comment:

André said...

Os filhos crescem. Como nós crescemos. Mas essas imagem de "ponta de lança" aí é de uma força poética enorme. Meus parabéns, Cecília, um abraço.

André