10 January 2011

CASA VAZIA


O que é uma casa vazia
senão o apelo do nada
para que não se lhe habite?

5 comments:

Zélia Guardiano said...

Maravilhoso, minha querida!
Maravilhoso!
Verdade lindamente revelada.
Gostei demais...
Grande abraço.

T@CITO/XANADU said...

Nunca vi uma casa realmente vazia!
Mesmo sem rosas
Sem aquelas vozes
Vozes que não são mais
O silêncio fica
Marcando os passos...
Na lembrança.

Não estaria você só com saudades?

Tácito

Sotnas said...

Olá Cecília, desejo que esteja muito bem, sempre!
Sempre, belos poemas e belas imagens. Gosto muito de imagens em p&b.
Sempre que uma casa nos aparenta vazia, está na verdade repleta de habitantes que conhecemos como lembranças. Mesmo ainda não habitada, por qualquer morador, um dia enquanto era construída, transitaram por seus futuros cômodos os operários da construção, e em seus momentos de devaneio alguns deles sempre tiveram sonhos de suas vidas, e estes sonhos ficam sempre como lembranças, que transitam entre seus cômodos aparentemente vazios!
Eu e meus devaneios. É isto que acontece sempre que venho sentar a sombra de seu frondoso Pé de Pitanga, refestelado esqueço a vida! Desejo pra você e todos ao redor iluminada existência sempre. Obrigado pelo carinho de suas visitas e comentários sempre, grande abraço e até mais!

Malu said...

Realmente...
E há tantas casas vazias por aí, menina
Abraços

André said...

Bom dia, Cecília!
pergunta inteligente, virginiana. O nada, é bem verdade, tem um lado egoísta que impede a presença do algo e, menos ainda, do tudo.

Encantou-me sua perspicácia, amiga. Parabéns!