14 August 2007

O MENOR POEMA


Já sabendo que minhas considerações são poucas
Venho escrever o menor poema do mundo
O menor poema do mundo
Não será aquele que contenha apenas uma sílaba
Como " Vá!"
Som diminuto, mas que resume um tudo,
Como um vaso oval, suas flores,
A água ovalada no cristal,
As hastes, hirtas,
A pétalas e os pistilos
Ou terá o menor poema apenas um "O"
De denominar a especificidade de alguma razão
Que nem necessite ser dita
Pois razão é razão;
O meu menor poema
Aquele que já terei escrito
Aquele que guarda em si o que já pensei
E o que já imaginei
Resulta num só um sentimento
E numa só ternura;
- Nuvem sozinha em meio a um céu de frio -
Meu menor poema é,
" Sinto".


1 comment:

Zazá Lee said...

CECI


ABSOTUTAMENTE SIMPLES E PODEROSO!