23 December 2007

FALANDO DE PAIXÕES À HORA DA VIRADA



Imaginaria um ano novo de paixão de almas
Bem à meia noite, à hora do entrelaçar de braços
dos beijos de boa sorte,
aos cheiros fortes das carnes nobres sobre a mesa
E aos tilintares do champagne no cristal
Desejaria apenas um enroscar de pernas
e um recém chegado beijo de desejo,
dos mais loucos,
dos mais intensos que conheço,
Dos mais puros, se há pureza na loucura
E dos mais quentes, se há calor na falta da razão.
O orgasmo que eu queria,
as explosões das múltiplas paixões,
Explodidas por dentro da virilha,
na nova vida que tenho aqui comigo,
Neste ano novo, novíssimo,
(Branco que competirá com o azul estrela platinado)
Que vem sorrindo e que agora se inicia.



3 comments:

andresa said...

Ceci,
Que o nosso ano novo seja cheio de intensas paixões e tudo o mais que vier de bom...
Lindas palavras aliás como sempre!!

bjos

sua fã
ANDRESA

PÉ DE PITANGA said...

Andresa,
Tão feliz como o Ano Novo que virá são suas palavras, agora sempre presentes, enfeitando meu blog. Sua visita por aqui me deixa enternecida.
Prometa-me que sempre me deixará um recado, e eu ficarei ainda mais feliz.
Beijos e Feliz Ano Novo!

ZAZÁ LEE said...

Bonito poema.
Sensual e delicado como é sua marca registrada.