19 January 2009

POEMA PARA PINGO D ÁGUA


Vamos, pingo d´agua
vamos ouvir aquele silêncio atordoado
da carroça de boi...
No meio de nós, tudo será Minas
com seus pães de queijo, preguiça e leite grosso
Nosso amor ajuizará como o provérbio do campo:
se uma vez plantamos, eis o que será.


1 comment:

ZAZÁ LEE said...

Achei docinho este poema Cecília... como doce de leite com queijo.